"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

domingo, 14 de novembro de 2010

Você é um dataholic?




Como o brasileiro se mantém informado?

A agência Giovanni+DraftFCB realizou uma pesquisa através de sua ferramenta Mind & Moods & Moments e identificou três perfis de consumidores de notícias: os datalimits, os dataholics e os dataspecialists.

Os datalimits são as pessoas que entendem que é impossível saber tudo que acontece e por isso passam a ser mais seletivas e não sofrem por não saberem “tudo” o tempo todo. Em geral, são as pessoas mais velhas, que buscam mais a qualidade do que a quantidade ou rapidez.

Os dataholics são, em geral, os mais jovens. Altamente conectados à internet, eles dominam as ferramentas de informação e se entregam à angústia de estar o tempo todo buscando. Não se perdoam por não saber o que está acontecendo, não importa a relevância do fato.

Os dataspecialists dominam tanto as ferramentas como a informação. Os blogueiros entram nesse nicho, são provedores de informação e têm seus métodos próprios de busca e fontes confiáveis. Recebem news de centenas de blogs nacionais e internacionais. Para um blogueiro é imperdoável não saber o que está bombando na internet.

A velocidade contemporânea da informação trouxe duas consequências constatadas pela pesquisa: todo mundo se diz eclético e não existe mais silêncio. A informação chega até para quem não tem interesse em recebê-la. E domingo é considerado o “Dia da Informação”, em que aumentam a compra de revistas e jornais e as conexões da internet.

Quem diria?

(Grifos meus -RF)

Minha amiga DRI  postou lá no CAFÉ COM LEITE


2 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

Outro dia li um artigo sobre os "viciados em informação" e a angústia que isso provoca. Já fui um pouco assim, hoje estou aprendendo a descartar o que não é importante.

abraços e bom domingo.

disse...

Oi Rê, não me preocupo com todas as informações, só me preocupo com o que me interessa. Bjs