"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Complementaridade como plano de Deus.




Achei muito interessante o comentário feito pelo René no blog da Rô sobre Violência contra a mulher, no qual ele coloca, com muita propriedade e de maneira extremamente oportuna, a ênfase que Paulo deu em suas "ordenanças" e sempre conforme a vontade de Deus desde o princípio.

Essa frase abaixo, curta e contundente diz tudo e mais alguma coisa rss

- Maridos, AMEM... maridos, AMEM...  (Amem, flexão verbal. Do verbo AMAR rss)

Pois é...
Para mim, é aí que está o cerne da questão. É onde reside a verdadeira autoridade, que as pessoas confundem com imposição, com mandar, fazer e acontecer e que ao longo da história e das tradições - e através do pecado - foi se formando o equívoco em torno do plano de Deus de "uma só carne" como complementaridade mútua EM AMOR.

Ora, se o homem não amar a sua mulher e a sua casa, jamais será o cabeça e jamais terá qualquer autoridade espiritual, pois não existe autoridade sem amor.

É desse homem que ama que eu falo e que digo que ele é o cabeça da mulher. Por AMOR e jamais por imposição.

Não é complicado de entender. Uma pessoa de inteligência mediana sabe separar uma coisa da outra e não precisa se debruçar sobre livros e livros pra sacar algo tão simples e tão sublime.

Por exemplo: "pela imposição havia a submissão de um escravo", assim como há hoje em alguns casais, a submissão da mulher pelo medo. Ora, convenhamos. Se é pelo medo, não existe amor.

E o chamamento é para que o homem AME a mulher com o amor de Deus.

Daí Paulo falar, EM PRIMEIRO LUGAR (Como o René colocou muito bem) do amor do homem – e não da submissão da mulher - ordenando que todo homem ame a sua mulher, DE MODO QUE ele seja o cabeça da esposa ASSIM COMO Cristo é o Cabeça da verdadeira Igreja.

Eu acho muito importante essa analogia, aliás, foi nesse "ASSIM COMO" que caiu a minha ficha nessa questão tempos atrás.

Tem um texto muito apropriado (E bem mais completo, diga-se de passagem!) que fala sobre essa questão, do qual que eu roubei uma frase (só uma?! rss) e que diz mais ou menos assim:

Um homem que ame uma mulher com a qualidade do amor de Cristo — com carinho e zelo, sinceridade e sabedoria — será sempre amado pela mulher que diz amá-lo.

E esse mesmo homem de Deus, autor desse texto linkado/ adptado diz mais adiante:

"A autoridade espiritual do homem está no promover a paz pelo amor"

E, pelo fato de haver essa promoção, surge o respeito NATURAL que impulsiona a mulher à tal submissão voluntária, consentida. Permissividade de mulher que ama e é amada. Isso pra mim é Evangelho puro. Isso pra mim é viver o Evangelho na prática. Isso pra mim, é estar de acordo com os propósitos de Deus para o casal.



No Amor de Cristo!




-----------------

Acerca da ilustração acima:
Em uma pequena aldeia da França vive Belle, uma jovem inteligente que é considerada estranha pelo moradores da localidade, por ser uma sonhadora- e seu pai, Maurice, um inventor que é visto como um louco. Ela é cortejada por Gaston, que quer casar com ela. Mas apesar de todas as jovens do lugarejo o acharem um homem muito bonito, Belle não o suporta, pois vê nele uma pessoa primitiva e convencida. Quando o pai de Belle vai para uma feira demonstrar sua nova invenção, ele acaba se perdendo na floresta e é atacado por lobos. Desesperado, Maurice procura abrigo em um castelo, mas acaba se tornando prisioneiro da Fera, o senhor do castelo, que na verdade é um príncipe que foi amaldiçoado por uma feiticeira quando negou abrigo a ela. Quando Belle sente que algo aconteceu ao seu pai vai à sua procura. Ela chega ao castelo e lá faz um acordo com a Fera: se seu pai fosse libertado ela ficaria no castelo para sempre. A Fera concorda e todos os "moradores" do castelo, que lá vivem e também foram transformados em objetos falantes, sentem que esta pode ser a chance do feitiço ser quebrado. Mas isto só acontecerá se a Fera amar alguém e esta pessoa retribuir o seu amor, sendo que isso tem de ser rápido, pois quando a última pétala de uma rosa encantada cair o feitiço não poderá ser mais desfeito.
FONTE

 

12 comentários:

Wendel Bernardes disse...

Regina
linda mensagem esta...

Me ative ao comentário que fez sobre sermos "uma só carne", o interessante é que muitos querem ser uma só carne, quando não possuem 'um só coração', 'uma só mente' e viver 'um só amor'...

Fui levado à essa reflexão quando li esse trecho de seu belo post...

Queria te convidar a dar uma olhadinha no meu atual post, que é inspirado numa postagem sua e num comentário que fiz neste postagem...
te aguardo lá!

http://wendelbernardes.blogspot.com/2010/11/as-loucas-loucas-aventuras-dos.html

Fique na paz

Amana disse...

Interessante esse negócio do "amem"... haha... realmente interessante porque também poderia ser amém, ou assim seja.

Acho os mandamentos da bíblia para os maridos muito mais fortes do que para as mulheres. Não sei por que só dão ênfase na questão de que a mulher precisa ser submissa.

E quanto a nos amar como Cristo amou a Igreja, renunciando a sua vida por ela? Sabem o que isso implica?

E quanto às orações dos maridos serem impedidas se eles não estiverem bem com as esposas?

Por que ninguém fala disso?
Risos.

Bju, Regina ;)

Regina Farias disse...

Wendel,
Já fui lá atender o seu pedido e deixei a seguinte mensagem:

Digo com sinceridade de alma que não há qualquer resquício de vaidade em ver sendo citada por alguém tão centrado e lúcido. Porém, devo dizer que sinto-me honrada em ver que essa minha responsabilidade repercute de maneira positiva de maneira que nos leve a repensar com toda honestidade sobre as nossas ações e nossos desejos mais íntimos, traduzidos no cotidiano que ousamos chamar de vida cristã.
Quero escrever mais e mais sobre isso para que a gente não deixe que as máscaras grudem na face e no peito a tal ponto que um dia não seja possível arrancá-las, pelo perigoso "acostumar-se" que robotiza, deixando a pessoa anestesiada e cínica. Essa realidade montada que você fala no início do seu texto.

No amor de Cristo.

Regina Farias disse...

Amana, guria!

Sabe que eu não me liguei nisso?

Esse AMÉM com acento agudo rss

Homens: AMÉM!!! (Assim seja!!!)

Assim seja, homens!!!

Uma só carne, uma só mente, um só coração, um só amor, como bem disse o Wendel!

Seja como Deus determinou e não como foi acontecendo no desenrolar da história com acréscimos que invalidaram a palavra de Deus.

Valeu pelo toque tão sutil mas perfeitamente complementar.

Beijos,
Rê.

disse...

Submissão com amor é tudo.
Mana você ta cada vez melhor, porque não escreve um livro sobre o assunto?? Ficaria ótimo. Bjs o texto é bom demais!

João Carlos disse...

Bispa,

Acho que estou ficando meio lelé da cuca, não lembrando mais se comentei ou não este texto em seu blog...

Acho que ja comentei!

Ou não?

anyway...

Submissão para mim é como o Gondim falou uma certa vez: SUB-MISSÃO, que - segundo ele - é estar os sob a mesma missão, não um derramar de truculência, ignorância e falsas demonstrações de força contra o "sexo frágil".

Nem Deus nos obriga a amá-lo! Muito menos segui-lo...

Seguimos à Deus por que queremos, andamos na mesma direção que nosso conjuge por que queremos, não por sermos coagidos.

É isso...

Ah, acabei de me lembrar: Comentei sim! Onde está meu comentário?

Beijos

JC

Regina Farias disse...

Rô,

Você diz que estou ficando melhor por pura bondade, mas também devo dizer que nesses últimos dias são suas postagens que estão me estimulando a escrever, tipo "uma coisa leva a outra", tá ligada? Momento confete).

Beijos,
Rê.

Regina Farias disse...

Pastor,
O senhor num tá ficando lelé(Pelo menos eu acho rss) Sou euzinha que tô ficando véia. Pois num é que eu exlcuí sem querer?

Mas até foi bom, pois esse ficou mais completo, foi mauzzzz tá?

Abs,

João Carlos disse...

sua filistéia incircuncisa!

Wendel Bernardes disse...

Filistéia incircuncisa é óóóóóóótimo...
deve ser muito bom com batatas fritas né?
rssrsrrsrs

Paz!

João Carlos disse...

batatas fritas e bastante catchup!

René disse...

Rê,

O que vejo, aqui, é que o Espírito Santo, mais uma vez, inspirou você a escrever um texto irretocável, mediante a própria Palavra de Deus que, aliás, já havia sido dada a Paulo por inspiração desse mesmo Espírito de Cristo.

Então, não foi o comentário de alguém, que você achou interessante. Foi a revelação que o Espírito de Deus lhe deu que você achou interessante. E é mesmo!

"O Espírito Santo está em você
O Espírito Santo Se move em você..."

E, isto, para honra e glória de Jesus e para edificação dos membros do Seu Corpo!

Abração e continue na Paz e nessa intimidade com o Senhor!