"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

quinta-feira, 3 de março de 2011

Meme Literário





Passada de bola do irmãozinho Cláudio:

(O acréscimo do “Por quê” é meuzinho da silva. Nova pitada, pode ser? rss)

1 - Existe um livro que você leria várias vezes sem se cansar? Qual? E Por quê?

Resposta:

Neemias, um Modelo de Liderança - de Gene Getz. Estou sempre “consultando” porque é uma espécie de estudo/aprendizado rápido e eficaz que pode ser aplicado em todos os segmentos da vida e a qualquer ser humano desde o mais “bem sucedido” pastor ou empresário até uma simples dona de casa.


2 - Se pudesse escolher apenas um livro para ler o resto de sua vida qual seria?

Resposta:

O único livro que não me canso de ler e a cada leitura ele se renova e aprendo mais e mais é a bíblia. (Pegando carona na frase construída pelo Cláudio) - O célebre LPA (livro preto anacrônico) como adotou nosso irmãozinho Jotacê. Se bem que o meu mais recente é lilás he he.


3 - Indique três dos seus livros favoritos.

Resposta:

Médico de Homens e de Almas – Livro de Taylor Caldwell (Autora de Os Capitães e Os Reis) – Fala da vida do médico Lucas e aponta para o pano de fundo “o poderoso e esplêndido Império Babilônico”.

Risíveis Amores – Milan Kundera – Mesmo autor do famoso “A insustentável leveza do ser” que ficou mais conhecido por virar badalado filme no final dos anos oitenta. “Risíveis Amores” trata essencialmente da vulnerabilidade a que é exposto o casal numa comunicação que nunca chega a níveis profundos, porém havendo inevitáveis situações que o coloca em ângulo novo que pode ser revelador ou ameaçador. Excelente para nos ajudar a desvendar nossa própria alma. (O meu já está amarelado, mas é um dos preferidos, pois sou fascinada pela alma humana e por abordagens assim)

Obra Completa de Leon Tolstoi – “por sua vastidão e variedade de gêneros – o conto, a novela, o romance, a doutrinação estética e moral”. Uma infinidade de páginas contidas em apenas três volumes e de uma enorme riqueza literária. Excelente!

.................
Repassando para:

Dri





Fábio e Lu

Com carinho,

Rê.

17 comentários:

João Carlos disse...

Bispa, conta direito esta parada do LPA: Adotei isso aí devido aos (as?) afetadinhos (as?) lá pros lados do eixo do mal, se alembra mulé?

Falavam tando isso que passei a ironizar a respeito...

O&A <-- isso significa o que eu acho que significa? Se for, amplio para:

O,A&G...

Regina Farias disse...

Craru que lembro, ué!!!
Colocado de forma irônica também rss
Daí estar em negrito.

Afetadinho é ótimo ahuahauhauahuaha

O&A euzinha sei... mas e o G?!

Casal 20 disse...

Re, que legal!

Eu já estudei esse livro de Neemias, é muito bom! Lembrei dele, porque um dia desses a Rô postou sobre Neemias e as dificuldades da reconstrução dos muros. Este livro é obrigatório!

Você falou no Leon Tolstoi. Você já leu o "O Jesus que eu ninca conheci", do Philip Yancey? Poxa, Re, talvez eu tenha as minhas reservas a algumas opiniões dele que foram ditas de uns tempos para cá, mas, não estou bem fundamentado sobre isso. Todavia, esse livro é lindo! Estou falando isso, porque uma das partes mais envolventes do livro é sobre Tolstoi.

Re, achei muito legal também o fato de nossas leituras, pelo menos essas, serem afins. Também já li "O médico de homens e de almas", mas eu acho que já deve ter sido há quase 20 anos!!!

Xiii! Agora, eu pareci velho (rsrsrsrs).

Gostei muito do meme.

Vou responder e aviso.

Abraços sempre afetuosos.

João Carlos disse...

Hummm... isso prova que EU não entendi ainda o que é O&A ou que você não se lembra do que é G na parada...

ÓH duvida cruel!

Regina Farias disse...

Casal 20

Fiz o download desse livro, tá aqui na minha máquina, mas confesso que só dei algumas (poucas)pinceladas. Até coloquei um fragmento dele aqui fas uns dois anos, acho (vou procurar e colocar o link). Dele, eu li "Maravilhosa Graça".

Eu tb li Médico de Homens e de Almas faz 16 anos, lembro-me pq foi quando eu me separei e me encheram de livros pra ler e este foi um deles, ofertado pela minha irmã Auri (que devora livros e a quem já homenageei em texto aqui). Tá aqui amarelado pelo tempo mas até mesmo há uns meses eu também peguei um fragmento dele e coloquei no blog tb rss (vou catar tb os dois links pra vc :)

Ultimamente não tenho lido muito, mas tenho escrito demais rss é fase...

Muito legal essas afinidades, né?

Abs,

Rê.

Regina Farias disse...

Pastozin

O- ósculos
A- aprendi com o ILE W lá no seu blog :)

Já em relação ao G tô vuanu...

Dá um desconto, sou distraída, lembra?

ABS e O&A (G?)

Regina Farias disse...

FAS é ótimo rss

Esse meu teclado é um analfa meizzz

Corrigindo: FAZ uns dois anos...

aff

Regina Farias disse...

Viiiixe, põe distraída nisso:

O <--- ósculos

A <--- amplexos

Em relação a este último, confesso que tive que recorrer ao Aurélio. Bendito Aurélio, que Deus o tenha, como dizia minha vó,que Deus a tenha rsss

Cláudio Nunes Horácio disse...

Muito bom saber, pois ainda não li nenhunzinho destes. Beijo.

Regina Farias disse...

Cláudio, pois estamos (quase) empatados rss Pois dos que vc citou eu só li o Pequeno Príncipe e no início do século passado rss Vale reler :)

Beijos,

R.

Casal 20 disse...

Re, que "tragédia" fazermos esse meme!

É um verdadeiro trabalho de parto (se bem que nem minha esposa e nem eu, óbvio, passamos por um trablho de parto. Minhas duas pérolas nesceram de tranquilas cesárias bem planejadas). Mas, ainda assim, está sendo terrível como deve ser um verdadeiro trabalho de parto. É um tal de lembra dali, esquece daqui...

Enfim, acho que conseguimos, mas fica a sensação da infidelidade, do adultério literário. O meme para nós foi um verdadeiro exercício de proditor (rsrsrsrs)!

Ufa!

Abraços sempre afetuosos, Re.

Regina Farias disse...

Fábio.

Taí,

http://reginafarias.blogspot.com/2009/12/ninguem-o-viu-sorrir.html

http://reginafarias.blogspot.com/2009/12/jesus-cristo.html

Estes dois links acima relacionados ao livro do P.Y.

Este abaixo, o fragmento que falei do Médico de homens...

http://reginafarias.blogspot.com/2010/02/crepusculo.html

E, por último, a homenagem que falei:

http://reginafarias.blogspot.com/2010/04/justa-homenagem.html


Enfim,

Parto realizado com sucesso :)

Claro que com uma ajudazinha da ferramenta "busca" rss

Abs,

R.

João Carlos disse...

Ahá!

Então entendi sim!

O,A&G (gê de gavinhas...)

que bichice!!!!

João Carlos disse...

Bispa, perdoe minha santa ignorância, (deve ser minha bipolaridade recém descoberta) mas...

Vocês andam muito cheios de abreviações, linguas estranhas!

Tô com vergonha de perguntar mas... o que é Meme?

Outra pergunta tosca (ainda estou abalado com a parada da Unirio), mas...

Ah não, deixa pra lá!

Riri...

Regina Farias disse...

hauhauahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuhauhauahuhauahuhau

Tô aqui me acabando de rir, quem ouvir vai me chamar de doida graças a vc, pastozin.

Tu é uma onda!

Primeiro que esse lance de bipolar não tem nada a vr com o modismo na área mental he he tem a ver com teu jeito ao mesmo tempo doce e durão. Brabo quando é pra ser, mas falando com tanto amor que atenua tudo que é pra ser dito. (Afff vão me chamar de babona ou então que eu to pedindo algum empréstimo) Mas deu pra entender ou vou ter que desenhar? Me poupe, tá? Pois sou péssima desenhista.:)

Em segundo lugar meme pra mim tb é um termo super novo, mas a minha miguxa Wiki me explicou bem direitinho.

Veja o que ela diz:

"Um meme, termo cunhado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller O Gene Egoísta, é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros) e outros locais de armazenamento ou cérebros. No que diz respeito à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autônoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética.

Quando usado num contexto coloquial e não especializado, o termo meme pode significar apenas a transmissão de informação de uma mente para outra. Este uso aproxima o termo da analogia da "linguagem como vírus", afastando-o do propósito original de Dawkins, que procurava definir os memes como replicadores de comportamentos".

Pode perguntar. Tô aqui pra responder. Ou não :)


O&A e G <--- agora sim!

(Ainda tô aqui rindo, só vc meizzz affff)

CARLOS HERRERA disse...

valeu Regina por se lembrar de mim...
vou ta respondendo lá no cativos o meme literário ...
bom fim de semana

René disse...

Rê,

Valeu pela lembrança!!! Depois vou à forra!!

Já disse pra Míryam e pro Wendel, que também me indicaram, que devo demorar um pouquinho pra publicar o meu! (é só o tempo de decorar o Salmo 119)

O&A e G (agora eu sei o que significa, graças a você!!!)