"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Família



Três dias depois, houve um casamento em Caná da Galiléia, e estava ali a mãe de Jesus; e foi também convidado Jesus com seus discípulos para o casamento. (Jo 2:1.2)

O primeiro movimento da Trindade, após criar a humanidade, foi celebrar um casamento.

Vale lembrar que a humanidade passa a existir após a formação da mulher, antes havia um espécime humano, não a humanidade.

Só após a celebração do primeiro casamento estava criado o homem à imagem e semelhança de Deus, a Trindade, porque estava instituída a família.

Porque Deus é uma família, criou à sua imagem, criou outra família.

A humanidade é imagem e semelhança de Deus porque, mutatis mutandis, guardadas, portanto, as proporções, somos as únicas criaturas de Deus capazes de expressar a unidade vivida pela Trindade.

Pessoalmente, cada humano, é imagem e semelhança de Deus porque nasceu da família, na família e para a família.

Quando rompemos com Deus, morremos espiritualmente, e essa unidade, essa família, se perdeu.

Cristo veio recuperar o que foi perdido: a vida eterna e a unidade humana; logo, ter, como primeiro movimento, o salvar a alegria numa celebração de casamento é, por demais, emblemático para o ministério do Cristo. Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.(Lc 19.10)

E é por demais significativo para os alunos do Cristo, pois, define nossa visão de humanidade, e de missão, e de relacionamento humano: a humanidade passa a ser a nossa família, que queremos ver restaurada, a igreja passa a ser a família humana, a humanidade, em estado de unidade; as palavras irmão e irmã ganham uma amplitude universal; e o relacionamento humano passa a ser de interdependência e de solidariedade, onde cada um é responsável por amar e sustentar o outro.

Para que todos sejam um; assim como tu, ó Pai, és em mim,
e eu em ti, que também eles sejam um em nós;
para que o mundo creia que tu me enviaste.
Jo 17.21


Ariovaldo Ramos

7 comentários:

CARLOS HERRERA disse...

Olá Regina,

Que bom que esta de volta...

Quanto ao texto...devo dizer que é ótimo, o Ari sempre traz muito conteúdo nos seus escritos

Creio que o homem é um ser moral, espiritual, biologico e sociologico.

E, como ser sociologico, o homem é um individuo que não foi criado por Deus para a vida de ermitão..pois somos seres criados para viver em sociedade, com gente, com amigos e familia.

esse é o projeto do Senhor para nós..mesmo com toda a pluralidade que haja na sociedade, podemos ser um! isto é, unidade chamada familia!

abraços

René disse...

Rê,

Essa unidade é tudo e é realmente família! Ótima sacada do Ari!

E que coincidência: ele termina o texto com o mesmo versículo que você está abrindo o seu blog!!!! rsssssssss

Osculão santo pra você e muita Paz!

Regina Farias disse...

Carlos,

Ainda tô voltando lentamente porque estou envolvida com outras atividades que estão me tomando quase o tempo inteirinho. Mas como não consigo ficar distante tô aqui de vez em quando, ainda que me atrase nos meus escritos :)

Quanto ao Ariovaldo, sempre gostei muito desse seu estilo literário, como também achei muito coerente essa analogia ao expor o sentido de família na sua forma mais ampla.

Abs,

R.

Regina Farias disse...

René,

Não é coincidência, aproveitei o gancho...

Ósculão santo pra ti também :)

R.

Adriana disse...

Começar o dia com Ari na casa da Bispa é tudo de bom.

osculaço pra ti

Regina Farias disse...

Sacerdotisa, entra aí, toma um café com leite :)

(Você me xinga e eu te xingo e fica tudo muito bem, para o bem da IBL he he)

Ósculo, osculaço e osculão

E mais:

O&A <--- ñ confunda com OEA, como diria o apóstolo René (Que nada tem a ver com Terra)

R.

Cláudio Nunes Horácio disse...

Interessante hein? Bj