"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

domingo, 22 de maio de 2011

"Novas" regras de concordância




Socooorro!

Assassinaram a concordância verbal/nominal da língua portuguesa.

Por favor, alguém me explique quando é que dizer "os livro" é adequado!

Também me explique quando é que corrigir se constitui em constrangimento.

Caramba!

Viramos o país dos melindres?!

Não entendi o discurso contraditório da autora.

Afinal, expressar-se de maneira correta está implicitamente ligado a ESCREVER CORRETAMENTE.

Verbalidade versus Oralidade. Uma coisa tem a ver com a outra. 

( "A VER", que fique bem claro! E não, "haver". Como escrevem, incorretamente, milhares de blogueiros, diga-se de passagem)

E, se o fato de corrigir se constitui em constrangimento, tragam as algemas, prendam-me!

Ai ai ai cadê meus sais...



8 comentários:

Marisete disse...

rss...é difícil! Quanto tempo sem passar por aqui. Mas vim lhe desejar uma ótima semana e matar a saudade. Bjos.

René disse...

Que coisa ridícula, Rê!!! Corrigir, para que a pessoa possa aprender o certo, também vai ser tomado como preconceito???

Incorporar os Falares (vixe, tchê, uai, etc.) ao idioma é uma coisa. Agora, anular o conjunto de regras que estabelece os sinais de expressão de um idioma é completamente diferente. Daqui a pouco, não vai mais haver idioma, mas, sim, uma forma de expressão para cada indivíduo do País, ou seja, ninguém vai entender mais o que o outro diz!

É lamentável essa proposta do 'Minsterio da Inducação'!!!

Regina Farias disse...

Oi, Mari, qto tempo:) também to devendo rss

Adorei sua visita!

Boa semana pra ti tb.

Beijo grande!

R.

Regina Farias disse...

R.

Então...

Regionalismo é uma coisa.
Gramática é outra.

Será que vem lei por aí? Afff é o fim do mundo rsss

Abs,

R.

Rita disse...

Bom dia!
Paz Regina!!
kkkkk....quase morri de ri dessa,rsrsrsrrr,ta ficando cada vez mais "difício"...
Vamos tentar não assassinar ainda mais o português,certas coisas cabe ao indivíduo que sabe o valor de uma boa gramática fazer bom uso dela,porque a "inducação" que ja estava mal das pernas agora está mal da cabeça...kkkk

É cada uma que é duas....

Paz, e tenha um bom dia!!

Cil disse...

Que coisa mais absurda, Rê!!!
Discurpa mais eu tô é bege...e agora não vamos poder corrigir o indivíduo de uma fala que ele pronuncia errado...

Uai sô... tá tudo perdido...
bjus querida!
Cil

Regina Farias disse...

Rita,

Vc disse tudo: o problema é na cabeça mesmo rss

bj

R.

Regina Farias disse...

Cil, menina!

Que prazer ter vc aqui comentando!

Então...

O mundo tá louco, pára esse trem que eu quero descer :)

Beijão!

Rê.