"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

O Evangelho não é bolo...




A proposta de Jesus NUNCA foi religiosa, Jesus NÃO queria fundar uma religião. O Evangelho é muito claro a respeito do que Jesus ensinou e o que Ele combateu enquanto estava conosco em carne, ossos, ligamentos, tendões e sangue.

Jesus propôs consciência e vida santa, justa, verdadeira.

Propôs extirparmos nossos ritos religiosos trocando-os pela consciência do Pai que temos; consciência do Amor que tudo sofre, tudo crê, tudo suporta; Amor que jamais acaba e que é infinitamente superior a QUALQUER outra coisa que possamos ter ou fazer.

Então não faz sentido algum reformar, dar nova fôrma a algo que Jesus NÃO ensinou como vida, como verdade.

A proposta do Evangelho é radical, é viver em graça e misericórdia, é matar o juiz que há dentro de nós que julga os diferentes e só aceita os iguais; é renovar a fraternidade, o respeito mútuo, o amor sem medidas; é perdoar, é nos doarmos, é lançarmos mão dos nossos direitos; é confiarmos na justiça de Deus; é acreditarmos na bondade do Pai; é sofrermos o dano do furto, das agressões físicas e verbais depositando-as no altar celeste mediante oração.

As distinções que as religiões fazem entre o santo e o profano, entre filhos de Deus e filhos do diabo, entre locais consagrados e locais prostituídos; entre aqueles que são fiéis e aqueles que são infiéis; entre a ortodoxia e a heterodoxia, simplesmente não são ensinadas por Jesus. Nunca foi meta, nunca foi proposto esse tipo de coisa por Ele, pois Ele que é o Mestre e o Senhor, nunca esteve nem aí para a religião oficial, para os ritos, para a interpretação que os teólogos faziam de pessoas de Deus e pessoas do diabo, visto que TUDO é dEle e para Ele e o infeliz do diabo nada tem.
 
Pesquei lá na DRI (Grifos meus)

3 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

oi, Regina, tudo bem? LI o texto lá na Dri e fiz um comentário. Quando ela publicar eu colo aqui, ok?

E aí, como vão as coisas? abraços

Cláudio Nunes Horácio disse...

Olá maninha. Olha, muito obrigado por divulgar o texto. Fico-lhe grato por este privilégio. Graça, paz, amor e bondade.

Regina Farias disse...

Edu, meu amigo :)
Já tamu bombando lá na Dri rsss

Cláudio,
O prazer é todo meu, postar um texto assim!
Abs,
R.