"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

domingo, 10 de janeiro de 2010

Deus nas circunstâncias



As Sagradas Escrituras nos apontam um Deus Soberano que tudo sabe, tudo vê e governa, e que usa os meios mais distintos para cumprir seus propósitos e designios eternos.




No entanto, é indiscutível também o fato de que o Soberano não nos abandona em meio aos furacões da existência. Na verdade, Ele aproveita cada momento, para nos enviar sinais do seu grande amor, cuidando afetuosamente dos nossos corações, confortando-nos e ministrando o consolo do Espírito Santo.


Deus usa os dramas e dificuldades da jornada para se contrapor às tragédias do dia-a-dia trabalhando a favor da gente. Foi isso que ele fez na vida de José. Quando tudo parecia apontar para o fim, Deus interveio na história ensinando que ele usa toda e qualquer circunstância como instrumento de Sua vontade.


Nada, absolutamente nada, pode se contrapor à vontade de Deus!


Ele é majestosamente Soberano, Senhor de tudo e de todos! Se o cosmos é sustentado pela força do seu poder quanto mais as nossas frágeis vidas.


Quando aparentemente chegamos ao fim da linha, somos tentados pelo inimigo de nossas almas a nutrir no coração o sentimento de frustração e derrota. Entretanto, sem que percebamos, são em situações assim onde a esperança fraqueja, que obtemos a oportunidade de transformar nossos dilemas e problemas em esperança.


As circunstâncias disseram a José na cisterna do deserto: É o fim. Contudo, Deus lhe disse: É o começo, José, o governo do Egito te espera.

No deserto Moisés teve a seguinte impressão: “É o fim. Entretanto, Deus lhe disse: É o começo, transformar-te-ei no libertador do meu povo”.

O rei da Babilônia disse a Sadraque, Mesaque e Abede-Nego: É o fim. Todavia, Deus lhes disse: É o começo, vocês serão grandes governadores da Babilônia!

Na cova dos leões Daniel ouviu: É o fim. Entretanto, Deus lhe disse: É o começo, sua história mudará o mundo enchendo os crentes de fé esperança.

João, exilado na ilha de Patmos ouviu: É o fim. Contudo Deus lhe disse: É o começo, você escreverá a maior revelação de todos os tempos - O Apocalipse.

Ao ser crucificado Jesus ouviu: É o fim. Contudo, Deus disse: É o começo, todo poder no céu e na terra eu entrego nas tuas mãos.

Roberto Vargens

Texto na íntegra AQUI. 

(Grifos meus- RF)

3 comentários:

Ana claudia Stelet Moreno da Silva disse...

Olá graça e paz, benção pura seu blog. Seu texto excelente, precisamos crer que todas as coisas cooperam para o bem dos que amam a Deus até mesmo as aflitivas. Que 2010 seja pleno em Deus pra vc e de muitas conquistas. Se quiser nos visitar será uama legria.
blogdamulhercrist.blogspot.com

Regina Farias disse...

Oi, Ana Cláudia!
Obrigada pelas palavras :)
Mas esse texto não é meu, embora eu assina embaixo rsss
Estou indo visitar seu blog, sim!
E feliz dois mil e DEZ!!!
R.

Bereiano disse...

Um palestrante falava da bondade de Deus...Frases como - "Deus escreve certo por linhas tortas" - eram usadas por ele.

Então uma mulher no auditório lenvantou-se e começou a questioná-lo:
"Se Deus é tão maravilhoso porque levou o meu filho? Eu o adotei quando criança e o criei com todo amor. Quando ele fez 14 anos revelei que não era, nem conhecia,sua mãe biológica, então ele se revoltou mudou muito comigo, foram meses de desentendimento.
Para acalmá-lo e retomarmos nosso relacionamento, prometi que quando fizesse 18 anos nós iríamos procurar por sua genitora.
Ele fez 18 anos há 1 mês, estava todo feliz, mas uma semana depois faleceu num acidente sem ter conhecido a mãe e eu não pude cumprir minha promessa.
Agora me responda, se Deus é tão bom nas circustâncias, porque o levou de mim?"

Depois de alguns segundos de silêncio o palestrante primeiro perguntou pelo nome da mulher e disse:

"Lamento tudo o que passou. Deus teve que levar o seu filho para que você pudesse cumprir sua promessa"

Explicou - "A mãe dele morreu alguns dias depois de deixá-lo no orfanato para adoção".

Cena do filme: Conversando com Deus