"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Prisão religiosa






Meu comentário feito hoje no blog do Marcos

Você diz com muita propriedade e experiência pessoal que excomunhão é a maior arma e eu acrescento que também é a maior pretensão/TOLICE humana.


Excomunhão- termo usado na ICAR, mas que acontece em todas as esferas nas quais o bicho-homem tem o "poder" de comandar.

Tudo que você conseguiu simplificar em poucas palavras com tamanha maestria é a mais pura verdade, pois eu também passei pelas mesmíssimas experiências que você, com a diferença que eu não fui, digamos, assídua. Até porque tive vida cigana por conta de trabalho de marido, daí à medida que mudava de cidade via cada vez mais disso aí que você narra e que só “confirmava” minha distância cada vez maior.

E a ironia é que a pessoa é colocada para FORA e é justamente lá fora que ela é simplesmente lapidada pelo DONO de todos os lugares!

Lá fora sua visão é outra.

Não tem apegos. Não tem idolatria pela Mãe-igreja. Não tem reverência ao deus-líder.

Certa feita li um texto de um pregador muito lúcido onde ele dizia que a “Nossa Senhora” de certas denominações não-católicas ditas cristãs é a própria denominação.

É uma espécie de substituição e transferência para não perder o costume pagão, a superstição, a velha tradição que teima em substituir o Deus verdadeiro que não vemos por outros deuses - e deusas - que podemos ver e pegar.

E chega um momento em que você explode e diz “comigo não, violão”!

E sai – de uma forma ou de outra rsss - daquela prisão religiosa!

É quando O Todo-Poderoso surge imponente na nossa frente, na nossa vida e no nosso ser de maneira inconfundível e então compreendemos finalmente a quem devemos adorar em espírito e em verdade!

Num CICIO SUAVE que vai nos invadindo e FIXANDO-SE progressivamente no nosso coração sem que haja o espalhafato de fogos de artifício e anjos com trombetas descendo dos céus.

Esse terrorismo espiritual e psicológico tão bem colocado no seu texto e que é realizado diretamente na alma, no coração, na mente do ser humano é algo terrível que leva a consequências desastrosas que não têm ABSOLUTAMENTE NADA A VER com a proposta da Nova, Eterna e Perfeita Aliança que O AUTOR das nossas vidas faz em deixá-LO carregar o nosso fardo por ser o SEU jugo (o Dele!) LEVE e SUAVE.

LEVE E SUAVE: Palavras de Jesus.

Existe contraponto mais flagrante do que esse?!

No mínimo, pessoas dotadas de capacidade de refletir, pensar, e acho que todas rsss... vão perceber em alguma altura da vida que algo muito estranho está rolando...

NAQUELE que não habita mais em casas feitas por mãos humanas e sim nos corações de quem se permitiu tirar todo o lixo para só ELE ocupar!

R.

2 comentários:

Marcos disse...

Oi Regina!

Meu nome é Marcos não Mario! rsrs ...

Adorei o seu comentário, a sua analogia entre a adoração exagerada da virgem e o adoração da denominação possui fundamento.

Eu considero a idolatria a uma placa de igreja/doutrina algo muito prejudicial a sanidade espiritual das pessoas.

Já vi pais abandonarem filhos à própria sorte, pessoas se sujeitarem a servidão em trabalhos, doentes morrerem sem esperanças, pessoas não terem funerais dignos, tudo isso em nome de um "bom testemunho" em denominação X.

Eu estou passando longe dessas coisas.

Um grande abraço e obrigado por seus comentários enriquecedores em meu blog.

Já posso te considerar uma co-autora rsrsrs...

Regina Farias disse...

Eita, foi mal!

Desculpa, tá?

Foi pura distração. :)

E a analogia não é minha, e sim, do Caio Fábio. (Quem sou euzinha rss)

Gostei da co-autoria rss.

E se for pra honrar o nome de Deus então, a alegria é completa!

A Ele, toda a honra e toda a glória!

Abs...

R.