"NÃO EXISTE NENHUM LUGAR DE CULTO FORA DO AMOR AO PRÓXIMO"

Translate

sábado, 1 de setembro de 2012

Reuniões em nome de Jesus...



Vai, e como creste te seja feito.(Mateus 8.13)

O mestre diz essas palavras a um homem que O deixou maravilhado com tamanha fé, ao ponto de Ele dizer não ter encontrado em todo o Israel a qualidade de fé que aquele homem tinha.  Isso porque, antes disso, a Graça salvadora em fé já havia encontrado abrigo em seu coração.

Quando queremos multidões ao nosso redor, seja para enganá-las, extorqui-las e ludibriá-las, ou para massagear nossos egos e as enchermos de teologias (a pior de todas é a sistemática), estamos indo contra Jesus.

Mas aí vem a pergunta:
Então, para que servem os encontros realizados em nome de Jesus?
Servem para que nós preguemos a Sua Santa Palavra, para que a fé venha pelo ouvir da pregação e a Graça alcance o coração e entendimento dos ouvintes. (Lembrando que a ausência do 'ouvir' em lugares determinados como 'santos' nem serve como justificativa para o desconhecimento da Palavra de Deus, pois todos nós, de uma forma ou de outra, temos acesso a ela nos dias atuais)

Por ser de Cafarnaun - cidade esta que Jesus transformara em seu QG - este centurião já tinha ouvido de Jesus a Palavra da Salvação e visto as inúmeras curas realizadas por Ele. Para um centurião - homem de poder – humilhar-se diante de um judeu (Jesus) em favor de um criado seu (nem ao menos filho era, para se ter uma ideia de como o coração daquele centurião estava cheio da Graça de Deus) só mesmo depois de um derramar da Graça que gera amor para com o próximo.

A Graça já o tinha alcançado. Tanto, que Jesus afirmou que  ... muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus - afirmação esta, antecipada pelas palavras em fé daquele centurião. Ele já cria pela fé em Jesus, discerniu o mundo espiritual (Mt 8:9) e praticava o segundo grande mandamento: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. O que mais faltava a este homem? Estudar teologia? Se tornar apologeta ou exegeta? Ativista pró-família contra a suruba romana nos banhos termais?

Daí o fato daquele centurião não receber o ‘VEM E SEGUE-ME’ de Jesus, mas apenas o ‘VAI’, pois tudo o que aquele homem necessitava era continuar a colocar em prática o amor ao próximo.

É por essas e outras que cada vez mais me conscientizo de que pregar sobre a Graça não é algo atrelado a cerimonialismos não estando necessariamente institucionalizado nem agendado. O Espírito de Deus é soberano e livre para agir fora dos átrios religiosos - e até mesmo dentro rss – diria Jesus, em outras palavras e outro contexto, ao legalista Nicodemos.

É por essas e outras que eu não me neurotizo nem me impressiono quanto ao número de pessoas que participam de reuniões ou que lotam as igrejas, pois que fomos chamados simplesmente para evangelizar, e não, para formar uma enorme massa de manobra zumbificada.


11 comentários:

Wendel Bernardes - Cinema Com Graça disse...

Massa cada vez mais manobrada e cada vez mais parte do elenco de Walking Dead (num é?)

Rê,
outro dia falei pra uma amiga que não me sentia mais parte dessa igreja... Num me sentia mais sendo integrante dessa onda de coisas geradas sabe lá por quem...

Estou enfadado de saber de coisas assim, de ouvir coisas assim, de fazer parte (ainda que indiretamente) disso.

Sei que sou minoria, mas nem por isso esse número de inconformados (e até frustrados) como eu é pequeno. São milhares, talvez milhões...

Hoje, prefiro ver o 'poder de Deus' numa frase dum poema, num verso de uma canção ou numa lágrima sincera...

Do resto...Tô fora!
(Foi mal o desabafo...)
Beijos (ex-Bispa)kkkkk

Regina Farias disse...

W.

Vocês da igreja IBL são fogo, né?! Poxa, me colocam no pedestal e me tiram dele sem me avisar! Eu nem sabia que era ex-bispa afff Como diz um irmão meu quando é o último a saber dos babados: Ninguém me disse nada kkkkkkkkkk

Agora é sério! Eu sei bem do que você fala em relação ao seu enfado pois sinto o mesmo. De vez em quando vou à 'igreja' acompanhada de um filho e uma nora, mas isso só me faz constatar como o povo tá viciado com seus atos mecânicos, sem vida, vazios, apáticos, repetitivos. E que temos a responsabilidade de ser muito mais igreja 'aqui fora'; e então eu vejo muito mais 'igreja' em outros lugares completamente diferentes daqueles ajuntamentos programados. Na boa... Até que é bom 'ouvir a palavra' dentro da igreja (espaço físico) mas confesso que aquelas performances me dão asco.

Foi mal o desabafo, to forinha tb rss

Beijos tb (ex ILE - Intérprete de Línguas Estranhas)

Me vinguei kkkkkkkk

Wendel Bernardes - Lendas de Vidas disse...

Menina, a Palavra diz que a "Vingança ao Senhor pertence..." Ou seja, isso é coisa pra homens, você é uma senhora, ok?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Que trocadilho horrível! Putz!
Mas como vc sabe (ex) Bispa, quem é rainha, nunca perde a majestade. Você será SEMPRE a líder do Sacrossanto (bando) Ministerio da IBL, certo?

Sobre sua reposta... embora eu acredite 100% que Deus é um Ser sábio, e como tal usa até os pregadores, cantores e etc... Num vou deixar nunca de acreditar que Ele fale usando-os...

Mas ultimamente tenho ouvido-O mais numa frase duma boa canção, ou mesmo no contato (muito bem vindo) com os amigos, e você é uma dessas pessoas queridas!

Beijão...

Regina Farias disse...

Você foi cruel com 'até'os pregadores.
Quero ser sempre tua amiga he he

Wendel Bernardes - Cinema Com Graça disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

René disse...

Rê,

Jesus disse: “Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o trouxer;...” (Jo 6.44).

Você demonstrou compreender isso com perfeição, ao afirmar que o centurião buscou a Jesus e se humilhou publicamente “depois de um derramar da Graça que gera amor para com o próximo”. Se o centurião tivesse buscado a Jesus de outra forma, com outra motivação, teria sido rejeitado ou, no mínimo, questionado quanto à sua verdadeira motivação, como aconteceu com o jovem rico.

Depois que Jesus fez aquela declaração sobre ser necessário aceitar a Graça para buscá-Lo, Ele completou: “Está escrito nos profetas: E SERÃO TODOS ENSINADOS POR DEUS. Portanto, todo aquele que da parte do Pai TEM OUVIDO E APRENDIDO, ESSE VEM A MIM” (Jo 6.45). Ou seja, quem ouve DO ESPÍRITO DE DEUS sobre a Graça, sobre o Amor, e aceita essa “pregação” a ponto de aplicá-la em sua própria vida, esse vai a Jesus, que é a plenitude de Deus, o próprio AMOR. A partir disto, a pessoa abre mão de si mesma e passa a ter o próximo como prioridade. Isto é “automático”, apesar de sempre crescente.

Assim, fica claro que não é a pretensa sacralidade de um local, ou de uma reunião, ou de uma pregação, que abrirá as portas do Reino de Deus para alguém. Se não houver a “pregação” do Espírito (que sempre há) e o “eu creio” da pessoa (que dificilmente há), ela nunca chegará a Deus. Jesus disse, diversas vezes, “tua fé te salvou”, para pessoas que estavam fora dos guetos religiosos, ao passo que para os que estavam dentro, disse que eram “hipócritas” e “filhos do diabo”!

Quantidade nunca foi o foco de Jesus, mas, sim, qualidade! Multidões (milhares de pessoas) seguiam a Jesus e Ele lhes disse que O buscavam para obter ganho material, quando deveriam buscar o aperfeiçoamento espiritual (a prática do amor). E isso não foi dito em tom de condescendência, mas de censura (Jo 6.26-27)!!!

Em resumo, seu texto é totalmente coerente com a Palavra de Deus!!!

Abração e continue na Paz!

Regina Farias disse...

René,

Como você mesmo diz, eu compreendi perfeitamente, mas a afirmação não é minha, apenas endossada por mim (ver link). E compreendi isso há muuuuuito tempo, mas me apaixonei pelo texto que, de tão enxuto e tão claro, o reproduzi aqui.

E, 'achando pouco', vc faz essa complementação precisa, cirúrgica, com suas perfeitas analogias e numa incrível sequência que deságua no real sentido da nossa existência.

Obg.

Rê.

Wendel Bernardes - Lendas de Vidas disse...

E eu aqui.... babando de orgulho por ser amigo dos dois!

Regina Farias disse...

W.

Mas que coincidência...

Pois digo o mesmo em relação a vocês dois!

Bjão.

Henrique P disse...

Belo texto Regina.

E tem tanta gente que antes de falar de Cristo, despeja um repertório de títulos... vi dias desse um com título de "Bacharel em Divindade".. poderoso o rapaz... hehe..

Tô fora. Graças a Deus eu não tenho esses títulos humanos...

Regina Farias disse...

Então, Henrique.

Aqui mesmo na blogosfera nós temos inúmeros destes poderosos rss que antes de começar a despejar sua verborragia, colocam na frente o extenso currículo e seus devidos títulos e rótulos, como SE deles precisassem para avalizar suas colocações.

'Bacharel em Divindade' é novo pra mim he he Pra vc ver como o homem apavonado se supera a cada a dia. Hilário!

Igual a vc, eu também tô forinha da silva! Graças a Deus eu não cedi a essa vaidade de sentar nos bancos acadêmicos das teologias da vida...